quinta-feira, 5 de julho de 2012

MULHER ENCONTRA CAMISINHA EM LATA DE EXTRATO DE TOMATE

Reações: 
kjdfjkdfjk
    O STJ (Superior Tribunal de Justiça) deu ganho de causa a uma consumidora que encontrou uma camisinha dentro de uma lata de extrato de tomate. A Unilever terá de indenizá-la em R$ 10 mil. Segundo relatos da consumidora, o fato foi percebido apenas após o consumo do alimento pela família. 
   Ela havia preparado uma macarronada para família e ao guardar o restante do molho, encontrou um preservativo masculino, aberto, no fundo da lata.
   Diante da situação ela levou o produto para análise da universidade local, no interior do Rio Grande do Sul, e buscou reparação na empresa. Como não houve acordo, ela decidiu acionar a Justiça.
   A companhia buscou provar no Superior Tribunal de Justiça que não era culpada pelo incidente, uma vez que todo processo de produção do extrato de tomate é automatizado e não passa por manuseio humano.
   Para a Justiça, a contaminação “com inserção do objeto estranho encontrado” pode ter ocorrido tanto na mistura dos ingredientes, como por ato de sabotagem.
   A Unilever também tentou questionar o valor inicial da indenização definido pela Justiça do Rio Grande do Sul, mas a juíza do STJ manteve a indenização em R$ 10 mil.
(Postado por O Controle da Mente – Fonte: www.gazetadailha.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário