quarta-feira, 6 de março de 2013

FINALMENTE: BRUNO CONFIRMA MORTE DE ELIZA

Reações: 
Washington Alves/UOL
   Em interrogatório na tarde desta quarta-feira (6), o goleiro Bruno Fernandes culpou seu ex-assessor Luiz Henrique Romão, o Macarrão, pela morte de Eliza Samudio.
  De acordo com a versão de Bruno, a morte de Eliza ocorreu na sexta-feira, 11 de junho de 2010 ---a polícia diz que Eliza morreu em 10 de junho. O goleiro afirma que Eliza e o filho Bruninho Samudio deixaram o sítio com Luiz Henrique e Jorge Luiz Rosa, primo de Bruno, menor à época. O grupo teria deixado o local em um veículo EcoSport.
   Bruno, chorando muito durante o depoimento, afirmou que Eliza lhe disse que "iria para um ponto de táxi" porque tinha de ir para a capital paulista. "Ela disse que precisava de dinheiro para resolver problemas pessoais em São Paulo. Até então eu acreditava que seria aquilo ali."
Na mesma noite, entre 22h e 23h, segundo Bruno, retornaram Macarrão, Jorge e o filho dele com Eliza. "Desceram do carro o Jorge, muito assustado, e o Macarrão um pouco mais tranquilo que o Jorge, mas também assustado", disse Bruno, aos prantos.
   "Estranhei que a criança estava na mão dele, chorando, e perguntei a ele: "Poxa, cadê a Eliza? Pelo amor de Deus, o que vocês fizeram com ela?", disse Bruno em seu depoimento.
De acordo com Bruno, nesse momento Macarrão disse a ele. "Resolvi o problema que tanto te atormentava". "O Jorge me disse que o Macarrão ajudou a matar Eliza. Nesse momento eu fiquei desesperado, chorei muito. Eu disse: "Macarrão, o que você fez? Não tinha necessidade". Ele falou que tinha resolvido o problema", disse Bruno, chorando muito.
   Bruno afirmou que Macarrão não contou a ele como Eliza teria sido morta e quem descreveu como ocorreu o crime foi o primo. "Jorge falou comigo que o Macarrão foi até próximo ao estádio Mineirão, foi ao orelhão, e falou com uma pessoa que não sabe quem era."
  O goleiro descreveu como Eliza teria sido morta, a partir do relato que Jorge lhe deu, mas não citou quem foi a pessoa que matou Eliza. "O Macarrão chutou as pernas da Eliza. Isso foi o que o Jorge me falou. Ele ainda me falou que a pessoa esquartejou o corpo dela e tinha dado para os cachorros comerem", afirmou o goleiro.
   De acordo com o goleiro, Jorge lhe relatou que ele e Macarrão começaram a seguir um homem em uma moto até a cidade de Vespasiano (MG), onde seria a casa do autor da morte de Eliza.
Fonte: Uol Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário