sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

SONETO DA AMIZADE: O ÚLTIMO ADEUS A MINHA ETERNA AMIGA FERNANDA ALBUQUERQUE

Reações: 
   Morte. A palavra, por si só, já carrega um peso. É a única certeza que temos na vida, a de que todos morreremos um dia. Mas é difícil se preparar para perder alguém. Algumas almas elevadas conseguem lidar bem com as perdas, mas acredito que a grande maioria das pessoas não está pronta para ver arrancado de sua vida alguém que ama. A gente sente uma saudade diferente. É uma saudade amarrada pela certeza de que nunca vai passar. É uma saudade que vai ser eterna. A gente apenas se acostuma a conviver com a ausência, mas não esquecemos, não deixamos de sentir falta… as memórias permanecem, o peito aperta em cada lembrança, e só o tempo mesmo para acalmar o coração…
   As suas fotos trazem lágrimas, você pensa que podia ter feito tanta coisa mais, pensa que podia ter falado tanto mais, pensa que podia ter feito algo diferente, ainda que não tenha feito nada de errado… Enfrentar a morte é um processo que exige tempo para que consigamos lidar melhor com a situação, com a ausência em si… Eu perdi alguém. E eu nunca havia pensado no quanto dói perder alguém.
   Mas a vida segue seu rumo, impiedosa. Os dias continuam passando a cada 24h e o resto de sua vida caminha a passos largos, ainda que você precise dar um tempo de tudo. Só que hoje, não temos tempo nem para o luto. Não que ninguém deva se entregar à dor e lá ficar. Não é isso… A questão é que é impossível exigir que funcionemos como se nada tivesse acontecido. É impossível desvincular o emocional das nossas rotinas diárias. Mas a nossa sociedade apressada não quer saber disso. Não temos mais tempo para chorar. Ou então choraremos a caminho de algum lugar, ou enquanto executamos alguma atividade…
   A fase de luto não é fácil. Dói, machuca… nossas lembranças se viram contra nós, porque trazem à tona as imagens que gostaríamos de esquecer. O mundo não para, os segundos correm, o tempo passa… Sinto falta de termos mais tempo pra gente.
  As lágrimas ainda caem, mas o riso já estampa meu rosto, em homenagem a Fernanda, que passava a vida a sorrir… Um dia seremos cada um de nós, Chorarei pela perda de cada um que amo, mas farei brilhar no rosto um riso, por ter podido compartilhar tudo o que foi possível enquanto estavam ao meu lado. 
   Não tenho nem palavra pra descrever essa dor que hoje sinto. Deus resolver levar, uma pessoa extraorinária, que na qual vivi muitos momentos graciosos e inexplicavéis. Meu coração se enche de tristezas, só em pensar que nunca mais à verei, o seu sorriso, suas brincadeiras, e seu alto astral. Ainda estou em estado de choque, pois é algo realmente INACREDITÁVEL.. Vivi milhares de coisas com ela, mas o que me conforta é a eterna lembrança que terei sempre de sua pessoa. A Fernanda foi uma pessoas muito próxima de mim, e receber a notícia de seu falecimento, foi algo surreal e indescritível. A Fernanda Albuquerque foi o resumo de tudo o que aconteceu de melhor em minha infância, aprontávamos cada uma que só vendo pra crêr.. Hoje meu coração se encontra abalado pelo seu falecimento, mas, com a certeza que ela cumpriu o se dever aqui na terra, e que um pedaço dela, ainda se encontra conosco (Mariana, sua filhinha recém-nascida). Que Deus lhe acolha em sua nova morada, com alegria e satisfação, pois, Fernanda foi a dádiva que Deus nos deu, para aumentar o nosso bem estar e preencher nossos caminhos com carisma e autenticidade. Tá doendo muuuito, mas, sei que Deus tem preparado um lugar maravilhoso pra você. LUTO ETERNO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário