sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

DELEGADO ESQUECE FILHA DENTRO DE CARRO POR 5 HS E GAROTINHA NÃO RESISTE

Reações: 
http://3.bp.blogspot.com/-LRaI9MLbUWs/UPl4pcSev_I/AAAAAAAAo7g/Smp9hgjEE9E/s1600/000.png   Uma menina de 11 meses morreu ontem (17) após ser esquecida pelo pai, José Soares de Bastos, dentro do carro em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul. O bebê ficou cinco horas trancado no veículo e não resistiu. O pai da criança, que é delegado, está internado em estado de choque.
   A delegacia onde o pai trabalha não abriu nesta sexta-feira (18). Alice de Bastos completaria um ano no próximo dia 27.        
   Era o pai quem levava a criança todos os dias para a creche, mas ontem ele foi direto para o trabalho. O carro ficou estacionado na garagem da delegacia e a menina estava dentro do carro, sentada na cadeirinha.
   José só se deu conta quando a mãe telefonou da creche perguntando pelo bebê, que não tinha sido deixado na escola. O delegado estava na rua atendendo uma ocorrência, voltou para a delegacia e com a ajuda de colegas tirou a menina do carro.
    O pediatra acredita que não foi a falta de oxigênio que causou a morte, mas sim um quadro grave de desidratação. “Nós não podemos esquecer que os bebês necessitam de uma quantidade maior de líquidos. Eles precisam de uma reposição maior que os adultos”, explica César Altino.
   Ninguém da família quis falar sobre a tragédia. “Foi uma fatalidade, um fato que consternou toda a Polícia Civil da região porque envolveu pessoas da nossa relação e porque vitimou um bebê. Em tese, pode ter acontecido a ocorrência de um crime e isso vai ser investigado dentro do inquérito policial que já está instaurado, mas no momento nós temos que trabalhar o aspecto emocional, principalmente das pessoas que estão envolvidas”, diz o delegado regional Márcio Steffens.
Via: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário