segunda-feira, 7 de maio de 2012

MINISTÉRIO PÚBLICO PROPÕE CASSAÇÃO DE GONY ARRUDA

Reações: 
“Eu sofri perseguição interna no meu partido por ter tomado uma decisão que foi colegiada. Não foi decisão individual minha. No momento que a bancada referenda, passa a ser uma decisão de bancada, que era a maior instância política do PSDB no Estado. Eu estou muito tranquilo". Essa são as palavras do deputado estadual licenciado e atual secretário de Esportes, Gony Arruda, após ser informado do pedido de cassação do seu mandato. O pedido feito pelo PSDB em julho do ano passado, recebeu no dia 26 de julho, parecer favorável do procurador regional eleitoral, Márcio Torres. Segundo ele o processo segue para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para apreciação do relator Cid Marconi de Souza. Caso o pedido seja aprovado, o mandato será dado a um suplente do PSDB. Em julho do ano passado, o PSDB protocolou pedido de cassação do mandato do deputado por infidelidade partidária. – o ex-tucano assumiu a Secretaria Estadual de Esportes sem o consentimento da legenda e após campanha eleitoral em que a sigla se posicionou como oposição ao atual Governo. Para elaborar seu parecer, Márcio Torres considerou que o pedido do PSDB tinha procedência da recomendação, pois não havia justa causa para a desfiliação. “A questão da perseguição não ficou bem demonstrada. Mas ficou, sim, a vontade que teve de assumir uma pasta a partir de um convite que não era da base do partido pelo qual foi eleito. Nós entendemos que houve um oportunismo”, diz.
O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário