sábado, 17 de março de 2012

CEARÁ TEM 25 CASOS SUSPEITOS DE SUPERBACTÉRIA; DUAS MORTES FORAM CONFIRMADAS

Reações: 

  O Ceará já registrou neste ano 27 casos suspeitos de contaminação pela bactéria KPC, mais conhecida como a superbactéria. Desse total, duas mortes foram confirmadas no Instituto do Câncer do Ceará (ICC), em Fortaleza. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Saúde do Ceará, nesta sexta-feira, 16.
  Cinco pacientes com suspeita de terem sido contaminados no ICC tiveram de ser isolados no hospital e aguardam resultados de amostras que confirmem ou não a infecção. A orientação do ICC é que nenhum paciente interrompa o tratamento.
  A bactéria KPC é uma infecção hospitalar que acomete, principalmente, pacientes muito debilitados, imunodeprimidos e que passam muito tempo internados em leitos de UTI e com uso prolongado de antibióticos de amplo espectro. Em nota, a Sesa alerta os profissionais de saúde e às pessoas que acompanham e visitam doentes nos hospitais sobre a necessidade de higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel e de isolamento, caso haja suspeita da doença.
Isolamento de contato
  Quando houver suspeita de que um paciente esteja com a superbactéria ou de outras bactérias multirresistentes a antibióticos, devem ser tomadas as seguintes providências de isolamento:constar aviso no leito da suspeita de ser portador de bactéria KPC ou outra multirresistente, indicando o isolamento de contato; disponibilizar EPI (avental, luvas e máscara cirúrgica) para profissionais de saúde e acompanhantes; exclusividade no uso de equipamentos para exame clínico (tensiômetro, termômetro, estetoscópio etc.), só utilizando-os em outros pacientes após desinfecção e/ou esterilização; higienização das mãos.
Via: Redação do O Povo Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário