terça-feira, 17 de julho de 2012

ENTREVISTA POLÊMICA: COLLOR MANDA DESLIGAR TV E TELEFONE DE ROSANE

Reações: 
   O que Rosane Brandão Malta definiu como o grande amor de sua vida por 23 anos descambou para uma separação que envolve até mesquinharias como cortes de TV a cabo e de uma linha de telefone ordenados por Fernando Collor e o pedido — negado — da ex-primeira-dama para ser dispensada dos custos processuais da ação movida contra o ex-marido desde 2008.
   Três anos após o divórcio, o ex-presidente e agora senador pelo PTB de Alagoas determinou o desligamento da TV e do telefone da casa de Rosane. Em julho daquele ano, Rosane levou o caso à Justiça, processando o ex na 27ª Vara Cível de Maceió.
  Na ação, a ex-primeira-dama alega sofrer danos morais e materiais porque Collor não estaria respeitando o acordo de separação, "especialmente no que concerne à obrigação de assegurar uma moradia permanente para a autora, condizente com as suas condições sociais", como consta no processo.
   Além disso, Rosane pediu para não pagar  as custas do processo. O pedido, no entanto, foi negado pela juíza Ana Florinda Dantas, já que "a pensão da autora, 30 salários mínimos, não justifica tal medida, reservada às pessoas que não podem pagar as custas judiciais sob pena de prejudicar sua própria subsistência ou a da sua família".
   A juíza se referia aos tais R$ 18.660 mensais que Rosane hoje recebe de Collor — e diz ser pouco para se manter.
Via: Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário